Estudo Bíblico Como Passar o Dia Com Deus


A vida santa é inclinada a ser mais fácil quando sabemos a sequência normal e o método de nossos deveres, com todas as coisas em seus devidos lugares. Por isso, vou dar algumas breves indicações para passar o dia de modo santo.

Dormir. Meça apropriadamente o tempo do seu sono, para que você não perca suas preciosas horas da manhã preguiçosamente em sua cama. Deixe o tempo de seu sono ser combinado com sua saúde e trabalho, não ao prazer preguiçoso.

Primeiros pensamentos. Deixe que Deus tenha seus primeiros pensamentos ao acordar. Erga seu coração a Ele com reverência e grato pelo descanso apreciado na noite anterior e entregue a Ele o dia que se segue. Familiarize-se de forma consistente com isso para que sua consciência possa te examinar quando os pensamentos comuns queiram primeiro se intrometer. Pense na misericórdia de uma noite de descanso e de como muitos passaram aquela noite no inferno; quantos na prisão; quantos em hospedagens duras e frias; quantos sofrem de agonizantes dores e doenças, cansados de suas camas e de suas vidas.

Pense em quantas almas foram naquela noite terrivelmente chamadas de seus corpos para comparecer diante de Deus e pense em como rapidamente os dias e noites estão rolando! Como rapidamente sua última noite e dia virá! Observe o que está faltando na preparação de sua alma para um tempo assim, e busque-o sem demora.

Oração. Deixe a oração solitária – ou com seu (sua) companheiro (a) – ocorrer antes da oração coletiva da família. Se possível deixe-a ser a primeira coisa antes de qualquer trabalho do dia.

Culto doméstico. Vamos realizar o culto familiar de forma consistente e em um momento em que é mais provável que a família esteja livre de interrupções.

Objetivo final. Lembre-se de seu objetivo final, e quando você definir a si próprio seu dia de trabalho, ou se aproximar de qualquer atividade no mundo, deixe “SANTIDADE AO SENHOR” estar escrito no teu coração em tudo o que você fizer. Não faça atividade alguma em que você não possa atribuí-la a Deus, e diga em verdade que ele o ajustou para isso, e não faça nada no mundo que tenha qualquer outro propósito final que não seja o de agradá-lo, glorificá-lo e de apreciá-lo. “Ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus.” (1 Coríntios 10:31).

Diligência em seu chamado. Siga as tarefas de sua vocação com cuidado e diligência, desse modo:

(a) Você vai mostrar não ser lento e servo de sua carne – como aqueles que não se podem negar essa facilidade – e vai continuar a mortificar todos os desejos carnais e desejos alimentados pelo comodismo e preguiça.

(b) Você vai se afastar dos pensamentos ociosos de sua mente, que pululam nas mentes de pessoas ociosas.

(c) Você não vai perder tempo precioso, algo com o que as pessoas ociosas diariamente se culpam.

(d) Você estará em caminho de obediência a Deus enquanto os preguiçosos permanecem em constante pecado de omissão.

(e) Você poderá ter mais tempo para gastar em deveres santos se seguir a sua profissão de forma diligente. Pessoas ociosas não têm tempo para orar e ler porque perdem tempo por vadiagem em seu trabalho.

(f) Você poderá esperar a bênção de Deus e a provisão confortável para si e para seus familiares.

(g) Você poderá também incentivar a saúde do seu corpo, que irá aumentar sua competência ao serviço da sua alma.

Tentações e coisas que corrompem. Esteja completamente familiarizado com as tentações e as coisas que possam te corromper, e vigie contra elas durante todo o dia. Você deve prestar atenção especial às coisas mais perigosas que corrompem, e essas tentações que sua empresa ou negócio inevitavelmente trazem contra você.

Vigie contra os pecados-mestres da incredulidade: a hipocrisia, o egoísmo, o orgulho, o prazer da carne e amor excessivo às coisas terrenas. Tome cuidado contra ser dirigido por uma mente terrena e pelos cuidados excessivos, ou com os projetos dirigidos para os avarentos em ascensão no mundo, sob o pretexto de diligência na sua vocação.

Se você está a negociar ou lidar com os outros, esteja vigilante contra o egoísmo e tudo o que cheira a injustiça ou falta de caridade. Em todas as suas relações com os outros, vigie contra a tentação da fala vazia e ociosa. Vigie também contra as pessoas que irão tentá-lo à raiva. Sustente a modéstia e a pureza de expressão que as leis da pureza requerem. Se conversar com os bajuladores, não baixe a guarda contra o inchaço do orgulho. Se conversar com aqueles que te desprezam e ferem, fortaleça-se contra o orgulho vingativo e impaciente.

No início estas coisas serão muito difíceis, enquanto o pecado tiver qualquer força em você, mas uma vez que obtém uma consciência contínua do perigo tóxico de qualquer um destes pecados, seu coração irá pronta e facilmente evitá-los.

Meditação. Quando sozinho em suas ocupações, aperfeiçoe o uso do tempo com meditações práticas e benéficas. Medite sobre a infinita bondade e as perfeições de Deus; sobre Cristo e a redenção; sobre o Céu e como você é indigno de ir lá; e sobre como você merece a miséria eterna no Inferno.

O único motivo. Tudo o que você estiver fazendo, acompanhado ou sozinho, faça tudo para a glória de Deus (1 Coríntios 10:31). Caso contrário, isso é inaceitável a Deus.

Remindo o tempo. Agregue alto valor ao seu tempo, seja mais cuidadoso para não perdê-lo do que você o faria em perder seu dinheiro. Não deixe que recreações inúteis, entretenimento mundano, conversa fiada, más companhias, ou o sono, roubem-no de seu precioso tempo. Seja mais cuidadoso para escapar da pessoa, ação ou curso de vida que irão roubá-lo de seu tempo, mais do que você o seria para escapar de ladrões e salteadores.

Certifique-se de que você não apenas nunca fica ocioso, mas sim que você está usando seu tempo da maneira mais rentável que pode e que não prefere uma forma menos rentável antes daquela de maior lucro.

Comer e beber. Coma e beba com moderação e gratidão pela saúde, não por prazer inútil. Nunca satisfaça seu apetite com comida ou bebida quando ela esteja propensa a ser prejudicial para a sua saúde. Lembre-se do pecado de Sodoma: “Eis que esta foi a iniquidade de Sodoma, tua irmã: soberba, fartura de pão, e próspera ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca fortaleceu a mão do pobre e do necessitado” (Ezequiel 16:49 – IBB).

O Apóstolo Paulo chorou quando mencionou aqueles “inimigos da cruz de Cristo; cujo fim é a perdição; cujo deus é o ventre; e cuja glória assenta no que é vergonhoso; os quais só cuidam das coisas terrenas” (Filipenses 3:18-19 – IBB). Então, não viva segundo a carne, para que você não morra (Romanos 8:13).

Pecados habituais. Se qualquer tentação prevalecer contra você e você cair em algum pecado, além de falhas habituais, imediatamente lamente-a e confesse-a a Deus, arrependa-se rapidamente e a qualquer custo. Ele certamente vai custar-lhe mais se você continuar no pecado e sem arrependimento. Não esconda suas falhas habituais, mas confesse-as e lute diariamente contra elas, tomando cuidado para não agravá-las por falta de arrependimento e desprezo.

Relacionamentos. Lembre-se em todos os dias dos deveres especiais de vários relacionamentos, seja como maridos, esposas, filhos, mestres, funcionários, pastores, pessoas, magistrados, ou outros sujeitos.

Lembre-se de que em cada relacionamento há o dever especial e sua vantagem para fazer algum bem. Deus requer sua fidelidade nesta matéria, bem como em qualquer outra obrigação.

Fechando o dia. Antes de voltar a dormir, é sábio e necessário rever as ações e misericórdias do dia passado, de modo que você possa ser grato por todas as misericórdias especiais e humilhado por todos os seus pecados.

Isto é necessário para que você possa renovar o seu arrependimento, bem como a sua vontade para a obediência, e para que você possa examinar a si mesmo para ver se a sua alma ficou melhor ou pior, se o pecado desce e a graça sobe, e se você é mais bem preparado para o sofrimento, a morte e a eternidade.

Que estas direções sejam gravadas em sua mente e a prática diária de sua vida.

Se sinceramente respeitadas, estas serão propícias à santidade, fecundidade e tranquilidade de sua vida e lhe acrescentará uma morte confortável e tranquila.

| Autor: Richard Baxter | | Tradutor: Cleber Olympio |
| Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!