Samuel Tinha Direito de Oferecer Sacrifícios a Deus?


Em 1 Samuel 13, o rei Saul foi condenado por fazer holocausto e ofertas pacíficas. Saul era benjamita, e os únicos sacerdotes autorizados pela lei eram levitas. Samuel repreendeu o rei duramente por ter assumido uma função que não pertencia a ele (1 Samuel 13:8-14). Mas quem autorizou Samuel a oferecer sacrifícios? Ele mesmo disse que faria o sacrifício em Gilgal (1 Samuel 10:8). A dificuldade se encontra em 1 Samuel 1:1, onde o pai de Samuel é descrito como efraimita. Dá a impressão que Samuel cometeu o mesmo erro pelo qual ele criticou Saul.

Para entender o que Samuel fez, temos que considerar algumas outras passagens. Os levitas foram espalhados entre o povo, morando em várias cidades entre as outras tribos. Com o passar do tempo, se identificavam pelas regiões onde moravam. Segundo este costume, um levita falou que era da região montanhosa de Efraim (Juízes 19:1,18). Da mesma forma, Elcana, o pai de Samuel, foi descrito como efraimita (1 Samuel 1:1). Outras citações mostram que Elcana, Samuel e os filhos deste eram levitas, da família dos coatitas. Leia 1 Crônicas 6:22,27-28,33-34,38. Os coatitas eram encarregados do serviço nas coisas santíssimas (Números 4:4). Samuel fez sacrifícios porque Deus lhe deu esta responsabilidade. Saul não recebeu tal autorização divina e, por isso, foi condenado quando fez o mesmo.

No Novo Testamento, Jesus ressuscitado é apresentado como o nosso sumo sacerdote para sempre (Hebreus 6:20). Mas, ele não veio da tribo de Levi. Ele era de Judá, descendente da linha real de Davi (veja Mateus 1:1-17 e Lucas 3:23-38).

Desses fatos aprendemos algumas coisas importantes sobre a missão de Jesus.

- Ele mudou a lei dada através de Moisés, a mesma que governou o povo de Israel durante mais de 1.400 anos. A lei não permitiu sacerdotes de outras tribos. Para ser sacerdote, ele removeu a lei, revelando uma nova aliança (Hebreus 7:11-14). As doutrinas humanas que dizem que a lei do Velho Testamento continua em vigor negam o perfeito sacerdócio de Jesus!

- Ele cumpriu sua missão aqui na terra, e nunca mais pisará nela. "Se ele estivesse na terra, nem mesmo sacerdote seria" (Hebreus 8:4). Pelo fato que Jesus é sacerdote para sempre (Hebreus 5:6; 6:20; 7:17; etc.), é obvio que ele não voltará à terra. No dia da ressurreição final (João 5:28-29), ele encontrará seus santos nos ares, não aqui na terra (1 Tessalonicenses 4:16-17). As doutrinas humanas que afirmam que Jesus voltará para reinar 1.000 anos aqui na terra negam o eterno sacerdócio de Jesus!

Samuel serviu como sacerdote, mas Jesus é sacerdote para sempre!

| Autor: Dennis Allan | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!