Estudo Bíblico Por Que os Avivamentos Acabam?


No dia 9 de abril de 1906 nascia na cidade de Los Angeles (EUA), um dos maiores avivamentos da história, conhecido como "O Avivamento da Rua Azusa". Pensando sobre isso, passei a analisar alguns movimentos que marcaram profundamente a história e o porquê do fim destes. Um exemplo é o que ocorreu na Escócia e Galles cerca de cem anos atrás. Pessoas foram alcançadas, mudadas e impactadas por Deus, mas vemos que hoje estes mesmos países vivem um período negro, onde a apostasia toma conta e o ateísmo cresce em larga escala. Não penso em hipótese alguma esgotar o assunto, que sabemos, é bem vasto, mas gostaria de externar alguns pensamentos e preocupações sobre Avivamento e as possíveis causas do seu fim.

I - Quais as características de um real avivamento?

1) Conversões em larga escala - Não podemos dizer que há um avivamento se as pessoas não estão voltando-se para Cristo. Há algumas estatísticas que mostram cerca de 4500 conversões por dia no Brasil. A CNBB divulgou outra estatística dizendo dentro de alguns anos os evangélicos serão maioria no Brasil. A Revista Veja do dia 03/07/02 publicou uma reportagem que retrata bem o avanço dos evangélicos no Brasil. Nessa reportagem eles disseram que "O país mais católico do mundo (Brasil) está ficando cada vez mais evangélico. É um percentual cinco vezes maior que em 1940 e o dobro de 1980". As pessoas estão voltando-se para Cristo assim como nos avivamentos do passado.

2) Manifestações - Outra característica de um avivamento é a manifestação do Poder de Deus. Não penso com isso defender os chamados "Avivados", ou criticar os mais conservadores. A manifestação de que falo é na vida de cada um que tem uma real experiência com Deus. A ousadia de mostrar ao mundo quem somos e para onde vamos. As nossas atitudes falando mais do que as nossas palavras. Hebreus diz que a criação aguarda a manifestação dos filhos de Deus.

3) Santificação e compromisso com Deus - Não há como não citar a vida de Robert MacCheyne (Século 19) - Foi usado por Deus para avivar a Escócia, Galles e parte da Inglaterra sem sair da pequena cidade de Dundee. Foi chamado de "Profeta de Dundee" para onde afluíam pessoas de todas as partes para ouvi-lo, sendo tocadas profundamente por Deus através de sua vida. Conta-se que quando subia na plataforma para pregar as pessoas começavam a chorar, mesmo sem que ele dissesse qualquer palavra. Isso dava-se devido à vida de santidade que Robert levava. As pessoas tinham convicção de que Deus falaria através de Robert por sua vida de dedicação e santidade.

II - Porque os Avivamentos acabam?

1) Por causa do ostracismo - O afastamento voluntário ou o isolamento tem acabado com o avivamento em vários lugares. O avivamento não é apenas para um grupo de pessoas, e sim para todos. A grande dificuldade nos dias de hoje é que por conta de uma "revelação", pessoas têm se isolado e se fechado para comunhão com outros que talvez não falem a mesma "língua". O fato é que a distância causa sérios danos à saúde do Corpo de Cristo. As palavras e atitudes da moda são: divisão, confusão, discussão etc. Tudo isso por causa do isolamento de alguns que insistem em fundamentos sem segurança.

2) Por Causa do orgulho - O conceito elevado ou exagerado de si próprio é algo que Deus abomina. Isso tem ocorrido de maneira muito forte nos nossos dias. As pessoas estão valorizando por demais aquilo que elas constroem. O "EU" e a supervalorização dos feitos pessoais tem dominado as rodas de conversas. Por isso o avivamento se apaga, por causa de pessoas que querem levantar a bandeira de suas conquistas, quando na realidade o alvo prioritário de Deus é a edificação do Corpo.

3) Por causa da negligência - O mesmo que desleixo, descuido, desatenção e menosprezo. Talvez você pense que isso não tem acontecido nos nossos dias, porém vivemos numa época em que proporcionalmente temos nos envolvido muito pouco com a expansão do Reino de Deus. Somos quase 30 milhões de evangélicos no Brasil para pouco mais de 2500 missionários enviados por nossas Igrejas. No avivamento acontecido na República Tcheca, de cada três convertidos dois tornavam-se missionários no século XVIII. Hoje a proporção é desanimadora. Precisamos fazer algo, não podemos negligenciar a Missão que temos como Igreja aqui na terra. O propósito do avivamento é povoar o Céu.

III - Conclusão

Alguém já disse que o difícil não é conquistar e sim administrar o que se conquista. Deus acende a Chama do Avivamento e nós temos a responsabilidade de mantê-la acesa. Que não sejamos pessoas voltadas para nós mesmos, orgulhosas e negligentes. Que o Avivamento de Deus venha em toda a Sua plenitude sobre a Igreja, não só no Brasil como também no mundo, e que possamos administrar esse grande presente de Deus, ora outorgado a nós. AVIVAMENTO JÁ!!

Habacuque 3:2 - "...aviva a tua obra, ó Senhor, no decorrer dos anos..."

| Autor: Pastor Marcos Roberto | Divulgação: estudosgospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!