Existe Purgatório?


       Não. Segundo o ensino romanista, purgatório é um lugar onde as almas dos pecadores aguardam uma oportunidade para serem salvas. Seria uma estação intermediária, um lugar de "fogo purificador", espécie de "terminal rodoviário" em que as almas ficariam a espera de alguém para lhes indicar o caminho. Tal doutrina, todavia, é contrária à Palavra de Deus.

       Primeira razão:

 
"Nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus" (Rm 8.1-a)
 
"Se andarmos na luz, como Ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos lava e purifica de todo pecado" (1 Jo 1.7).
 
       Somente quem não é de Cristo irá definitivamente para um lugar de tormentos.
 

       Segunda razão:

     O sacrifício de Jesus foi perfeito e suficiente. Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Quem entrega sua vida ao Senhor Jesus não fica com pecados remanescentes, "devendo matéria", pendente no pagamento de algum pecado. O perdão de Jesus é total e incondicional (1 Jo 1.7-9).
 

      Terceira razão:

 
"Quem nEle crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado" (Jo 3.18).
 
       Quem morre sem Cristo seguirá direto para um lugar de tormentos, sem retorno. Exemplos: Jesus, ao ladrão na cruz:
 
"Em verdade vos digo que HOJE estarás comigo NO PARAÍSO" (Lc 23.43).
 
       Embora o ladrão tivesse muitos pecados, recebeu o perdão total de Jesus e a promessa de ir direto para o céu, sem passar por nenhuma estação intermediária. O apóstolo Paulo manifestou o desejo de partir logo para "estar com Cristo", "para habitar com o Senhor" (Fp 1.23: 2 Co 5.8).

Autor:  Pr Airton Evangelista da Costa


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!