Estudo Bíblico sobre Ser Criança


Um mundo com bonecas, patins, bola de gude, brigadeiro, bicicleta, desenho animado. O universo da criança é um lugar único, com regrinhas bem especiais:

* ficar alegre, dia sim e dia sim, com coisas simples;
* não guardar nada, porque perdoar é facinho, facinho;
* fazer amigos do peito sem nem saber o nome deles;
* acreditar que tudo vai dar certo, sempre.

Pequenos seres sorridentes, que amam correr atrás de uma bola, comer doce, sorrir, eles mudam qualquer ambiente do planeta, pelo mero fato de estarem ali.

Mas é exatamente a condição fugidia desses “pitocos” - tão puros e confiantes - que justifica a consagração de uma data: 12 de outubro.

Afinal, os anos passarão, e todos mudarão, de um jeito ou de outro. Uns mais fortes, outros mais firmes, outros mais machucados. Alguns perderão a maciez da pétala de rosa e passarão a ser galhos fortes de uma roseira.

Quantas vezes paramos e pensamos: "Como seria bom poder voltar, e viver os dias de meninice..." E sendo isso impossível, nos consolamos com a presença de filhos, netos ou sobrinhos.

Porém, nada impede que um adulto, calejado pelo lado de fora, moldado pelos ventos da praia da vida, tente ainda ser uma criança em seu coração.

De fato, Jesus - o Mestre - declarou que isso não deveria ser meramente uma aspiração, mas uma meta, pois dela dependeria a vida eterna:

Em verdade vos digo que, qualquer que não receber o reino de Deus como uma criança, não entrará nele. (Lc 18:17).

Ame sempre as crianças, deixe que sua realidade seja envolvida pela delas, e poderá festejar este fato todos os dias da sua vida.

Feliz Dia das Crianças a todos vocês!

Autor: Elcio Lourenço