Estudo Bíblico Sinais do Fim


         Temos que admitir: todo ser humano traz dentro de si a certeza de que Deus existe, e que os tempos estão completamente mudados, embora alguns se auto-proclamem ateus.
         Sobre o fim de todas as coisas (ou o fim do mundo), que evitamos pensar (da mesma forma que não queremos pensar em morte), não existe em nenhum outro livro fontes de informações mais claras e diretas do que no livro mais vendido no mundo - a Bíblia.
         Para os que conhecem de perto este livro (ou lêem regularmente), não causa nenhuma admiração que este nosso velho mundo esteja em decomposição, pois ali somos informados disso:
 
"Em tempos remotos Deus lançou os fundamentos da terra; e os céus são obras de suas mãos.  Eles perecerão, mas Deus permanece; todos eles envelhecerão como um vestido" (Salmo 102.25-26).

         Os cientistas atuais mais destacados do mundo falam com grande preocupação dessa decomposição inevitável do Cosmo.
         O segredo da profecia bíblica consiste em que a Palavra de Deus por um lado engloba acontecimentos muitas vezes separados por milênios, mas por outro lado ela mostra como em nossos dias já começou "o princípio das dores" (Mateus 24.8) do fim.
         Os profetas bíblicos eram porta-vozes de Deus (Hebreus 1.1). Mas como Deus é o Eterno, também os profetas anunciam verdades eternas. O próprio Senhor Jesus profetizou sobre os dias em que vivemos, mas no mesmo fôlego Ele falou também do fim do mundo,  pois  via tudo a partir da perspectiva eterna.
         Vamos aqui relembrar algumas passagens citadas por Jesus.
 
"Virão muitos em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos" (Mateus 24.5).

         Isto está se cumprindo em nossos dias. Não somente por causa de alguns loucos como "INRI CRISTO" (lá em Curitiba-Paraná, que diz que vai construir o maior templo da terra para seus fiéis - maior do que a réplica do templo de Salomão do Edir Macedo), JOSÉ LUIZ DE JESUS MIRANDA (O "JESUS CRISTO HOMEM" DA IGREJA CRECIENDO EN GRAÇA), O "REVERENDO" MOON (que diz que veio fazer o que Jesus não conseguiu fazer); mas pelo fato de neste momento haver no mundo inteiro milhares de loucos iguais, todos eles se auto-proclamando O CRISTO, e muitos deles com milhares de seguidores fiéis (e não são analfabetos). Seria tudo isso mera "casualidade"?
 
"Ouvireis falar de guerras e rumores de guerras" (Mateus 24.6).

         Nós perguntamos a você: será que a História humana já registrou em alguma outra época a violência que ocorre em nossos dias? Rumores (ameaças) de guerra, guerrilhas de traficantes de drogas, atentados terroristas em nome de "Deus", revoluções, sequestros, rebeliões em presídios, assaltos a Bancos, "arrastões" etc. Em toda a nossa geração jamais deixou de haver rumores de guerra. Isso, sem se falar na chamada "guerra santa" dos muçulmanos, cuja meta é islamizar o mundo e acabar com os "infiéis". O homem não pára de guerrear.
 
"Fomes e terremotos em vários lugares" (Mateus 24.7).

         Como nós agiríamos se víssemos nossos filhos morrendo de fome? Seres humanos morrendo de fome é algo extremamente difícil de se imaginar.  Mas é justamente o que está acontecendo neste exato momento em várias localidades de nosso planeta. Principalmente crianças, centenas de milhares delas morrendo de inanição, sem que seus pais famintos possam fazer nada. Enquanto isso ocorre, jogamos pela janela toneladas e mais toneladas de alimentos que não necessitamos, ou que estragamos.  Estamos tão anestesiados que não sentimos mais nada quando vemos na televisão as criancinhas esqueléticas e esfomeadas dos países africanos. Aqui mesmo no nosso Brasil às vezes é mostrado os "lixões da vida" com crianças comendo juntamente com os urubus. De quem é a culpa?
         Terremotos estão ocorrendo constantemente em vários países (todos os dias é noticiado nos jornais televisivos), com estragos e vítimas, superando todas as expectativas e estatísticas.  Os últimos cem anos da História humana já superam todos os anteriores juntos.
 
"Por se multiplicar a iniquidade, o amor esfriará de quase todos" (Mateus 24.12).

         Entenda-se iniquidade aqui, com tudo o que fazemos contra as leis naturais de Deus. Esta é justamente a época dos homens e mulheres
 
"amantes de si mesmos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com o próximo, traidores, obstinados (teimosos), orgulhosos, mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela" (2Timóteo 3.2-5).
        Estas palavras não são nada estranhas, não é mesmo?  Nos dias em que vivemos, tudo isso é "natural".
         O ser humano sem Deus não consegue se saciar nos prazeres carnais. É um círculo vicioso, uma roda que não pára.  Adultério é moda.  Casamento é piada.  Virgindade é motivo de chacota.  Família pode ser qualquer grupo de pessoas, mesmo de homossexuais. Sexo deixou de ser "tabu", e os adolescentes que ainda são virgens são "caretas" atrasados. A televisão nos ensina justamente tudo aquilo que Deus abomina, e ainda nos dizem na cara que "os tempos são outros". Quem nos pode desmentir a respeito disso tudo?  Alguns até mesmo, em momentos de lucidez, se perguntam: "Onde será que tudo isso vai parar?"
         Cabe aqui duas perguntinhas atualíssimas, feitas há quase dois mil anos:
        "Que faremos, varões irmãos?" (Atos 2.37).
        "Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?" (Atos 16.30).
         A resposta, dada pelo Espírito Santo de Deus, é a mesma para estes dias angustiantes, quando, ao invés de buscarmos a Deus, enchemos a nossa cara de álcool e drogas:
 
"Arrependei-vos, e cada de um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo" (Atos 2.38).

"Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e tua casa" (Atos 16.31).

         Amigo, se não nos arrependermos e não crermos na simplicidade do Evangelho, que nos mostra um Cristo vivo e poderoso, capaz de resolver todo e qualquer problema, a coisa pode piorar ainda mais. Mas, se tão somente crermos em Jesus "como diz a Escritura" (João 7.38), confiando totalmente nossa vida a Ele, enfrentaremos todas essas coisas de cabeça erguida, em paz conosco mesmo e com Deus, e nunca mais teremos nenhum vazio dentro de nós. Só depende de nós darmos um passo de fé para Jesus, para sermos salvos do inevitável Juízo Final.
         Veja que palavras maravilhosas Deus nos diz:
 
"Olhai para mim, e sede salvos... Porque eu sou Deus, e não há outro" (Isaías 45.22 - compare com Atos 4.12).

         Quando assim fizermos, diz o Senhor:
 
"então me invocareis, passareis a orar a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração. Serei achado de vós... E farei mudar a vossa sorte" (Jeremias 29.12-14).

         Dica melhor do que esta não podemos dar.

Autor: Adail Campelo


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!