Nós estaremos desenvolvendo um tema superimportante que é a recompensa dos fiéis, pois há diferentes graus de recompensa no céu, dependendo de nossa fidelidade a Cristo na terra. Jesus disse: 'E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras' (Ap 22:12).
O que está na moda é a descentralização dos governos cívicos, deveria ser assim também com os governos eclesiásticos, para não concentrar em um só homem todo o poder. Já no tema da Salvação ele deve estar centralizado.
Alguns teólogos — ignorando o fato de a Igreja ter saído de Jesus (Mt 16.18), e não o inverso — têm afirmado que a mãe do Menino é a Igreja. Não há dúvida, à luz de um conjunto probatório, de que aquela mulher é Israel.
Um dos mistérios de Deus é como Ele colocou o relógio profético de acordo com o calendário hebraico. A festa de Sucot é destinada a colheita, é chamada de 'festa da colheita'. É uma das poucas comemorações que ainda não foi cumprida totalmente.
A Bíblia nos diz em I JO-2:1, 'que temos um advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo'. Mas agora no livro do Apocalipse João o vê como o grande Juiz
A expressão bem-aventurados aparece sete vezes no apocalipse e contrabalança a severidade dos julgamentos sobre os ímpios nos versículos 9 a 11 do capítulo 14.
À frente do Império Romano revivido estará um homem de tal magnetismo, de tanto poder e influência que por certo tempo será o maior ditador que este mundo já viu.
A mensagem central do Apocalipse é que “Deus Todo-poderoso reina” (19.6). Este tema foi validado na história devido à vitória do cordeiro, que é “o Senhor dos senhores e Reis dos reis” (17.14).
"Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada." Mateus 24.2
O próprio Senhor Jesus fez referência à profecia da 70ª Semana de Daniel: “Quando, pois, virdes o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel, no lugar santo, então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes” (Mt 24.15-16).
Em sua caminhada rumo ao poder, o Anticristo lançará sua força hipnótica sobre um dos dez países dessa federação e, depois, sobre os outros. Ele conquistará três das dez nações e assumirá a autoridade sobre todas as dez; depois, lançará seus olhos vorazes sobre a menina dos olhos de Deus: Israel.
Será que a História humana já registrou em alguma outra época a violência que ocorre em nossos dias? Rumores (ameaças) de guerra, guerrilhas de traficantes de drogas, atentados terroristas em nome de "Deus", revoluções, sequestros, rebeliões em presídios, assaltos a Bancos, "arrastões" etc. Em toda a nossa geração jamais deixou de haver rumores de guerra.