Estudo Bíblico O Livro Selado Com Sete Selos


À direita de Deus, João viu um livro selado com sete selos escrito por dentro e por fora (Apoc. 5:1). Ninguém podia abrir, nem ler e nem olhar para aquele livro (Apoc. 5:2-4). O único que podia abrir o livro era o Leão da tribo de Judá, que representa Jesus Cristo (Apoc. 5-7).

O que será que aquele livro continha que ninguém podia abri-lo?

A resposta está em Ezequiel 2:9-10. Ezequiel também teve a visão desse livro e ele nos diz que no livro estavam escritos lamentações, suspiros e ais. Portanto, nesse livro selado com sete selos continha todo plano de Deus para consumar a profecia de Daniel conforme está escrito em Dan. 9:24 e que iria se cumprir integralmente durante o período da tribulação, tribulação esta representada pelos suspiros e ais contidos no livro.

Os sete selos representam a plenitude na consumação do plano de Deus nesse período de tribulação. A cada selo que Jesus abre, é mostrado um determinado acontecimento que ocorrerá na Terra. O livro selado com sete selos não representa sete juízos de Deus, mesmo porque há fatos repetitivos na execução de cada selo. O livro é na verdade, como se fosse uma reportagem dos acontecimentos durante a tribulação. Os verdadeiros e únicos juízos são somente sete, representados pelas sete trombetas/taças (cada trombeta corresponde a uma taça que ocorre simultaneamente).

Quando foi dito que Jesus era digno de abrir os selos, houve júbilo e louvores no céu (Apoc. 5:8-14). É obvio o fato de que somente Jesus era digno de abrir os selos, pois foi Ele quem venceu o pecado e a morte, foi Ele que se entregou para remissão dos pecados dos homens e é Ele quem irá restaurar a terra e eliminar a maldição gerada pelo pecado. Ninguém mais seria digno deste ato.

Convém lembrar que sempre estamos falando em símbolos. É evidente que ninguém, vai chegar ao céu diante de Deus e ver um cordeiro com sete olhos, na realidade vamos ver Jesus como Ele realmente é. O cordeiro é apenas um símbolo. Da mesma forma, não existem apenas quatro anjos diante de Deus mas milhares e milhares. Dizemos ainda que não são apenas vinte e quatro os salvos ressuscitados da igreja. Esses vinte e quatro anciãos apenas representam todos os homens que compõem a igreja de Cristo.

Resumindo, logo após o fim da era da igreja, quando se inicia o período da tribulação, esta será a cena nos céus:

- Deus assentado no trono e Jesus ao seu lado.
- Ao redor do trono, os anjos de Deus, a igreja ressuscitada, e as almas dos que estavam salvos mas aguardando a ressurreição e o juízo final após o milênio.
- E mais tarde aparecem as almas dos santos martirizados na tribulação que também ficam aguardando a ressurreição que vai ocorrer no final da tribulação e no inicio do milênio.

| Autor: Walter Ponci | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!