Estudo Bíblico Anjos - Quem São e o Que Fazem?

 
ALGUMAS REALIZAÇÕES DOS ANJOS.
Os anjos realizam várias atividades referentes aos seres humanos, além de protegê-los. Eis uma breve lista de algumas de suas outras atividades:
 
1. Os anjos revelam a vontade de Deus aos homens.Os anjos revelaram o futuro a profetas como Daniel.No Novo Testamento, revelaram a João os propósitos de Deus para o futuro.Em Atos 10:3-5, um anjo revelou ao centurião gentio Cornélio que Deus reconhecia suas obras religiosas.Esse acontecimento resultou no primeiro derramamento do Espírito Santo sobre cristãos gentios Atos 10:44-11-18.
Os anjos podem manifestar-se no mundo físico, mas também podem comunicar-se com os homens em sonhos e visões.O anjo que visitou Cornélio veio por meio de uma visão (Atos 10; compare com Zc 1:8).
 
2. Os anjos ministram para os seres humanos. Umas das funções principais dos anjos é servir ao povo de Deus (Hebreus 1:14).No Novo Testamento, um anjo dirigiu Filipe, o evangelista, para converter o eunuco etíope, Atos 8:26.Muitas vezes Deus envia anjos para fortalecer, encorajar e proteger seu povo (1 Rs 19:3-7; Lucas 22:43).O assistente de Elizeu ficou com medo quando o rei da Síria enviou um exército para prender o profeta.Eliseu respondeu:"Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles.Orou Eliseu, e disse: "Senhor, peço-te que lhe abras os olhos para que veja".O Senhor abriu os olhos do moço, e ele viu que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu, (2 Rs 6:15-17). O exército sírio então ficou temporariamente cego.
 
3. Os anjos auxiliam Deus em questões relacionadas à escatologia.A palavra escatologia refere-se à doutrina das "últimas coisas", ou ensinos sobre morte, vida após a morte, céu e inferno, e o final dos tempos.O livro de Apocalipse está repleto de anjos comprometidos com as questões do fim do mundo.Quando Lázaro ( o mendigo) morreu, foi levado ao seio de Abraão (paraíso) pelos anjos (Lucas 16:22).
 
4. Os anjos realizam feitos milagrosos. Os anjos demonstram a realidade do mundo sobrenatural (At 5:19; 12:7-11; Êx 14:19).Quando Sadraque, Mesaque e Abede-Nego recusaram prostrar-se diante da imagem de ouro do rei Nabucodonosor (Dn 3:8-29), foram jogados na fornalha.Entretanto foram totalmente preservados das chamas quando um anjo de Deus apareceu.Nabucodonosor exclamou:" Vejo quatro homens soltos, que andam passeando dentro do fogo, sem nenhum dano; e o aspecto do quarto é semelhante a um filho dos deuses",(Dn 3:25).Um anjo também auxiliou Daniel dentro da cova dos leões (Dn 6:22).
 
A expressão anjo da guarda não aparece nenhuma vez na Bíblia. Muitas passagens bíblicas citadas para apoiar essa idéia apenas afirmam a providência geral de Deus de proteger seus santos enviando anjos. Duas passagens porém, parecem apoiar a idéia dos anjos da guarda: Em atos, os cristãos confundiram Pedro com "seu anjo" (Atos 12:15); em Mateus Jesus disse: "Não desprezeis a qualquer destes pequeninos; porque eu vos afirmo que os seus anjos nos céus vêem incessantemente a face do meu Pai celeste"(Mt 18:10).Então, o que podemos afirmar sobre anjos da guarda? Eles existem, mas não como são geralmente descritos na cultura popular e na religião. Há pouca evidência de que anjos invisíveis guardam diariamente nossos caminhos. Mateus 18:10 descreve anjos que vigiam e talvez intercedem por nós no céu, mas não encontramos nenhuma evidência de que tais anjos invisíveis estão ao nosso redor para nos proteger continuamente. Devemos lembrar que anjos destacados para nos servir estão sujeitos à vontade soberana de Deus. Às vezes, devido aos seus propósitos imensuráveis, Deus evita que os anjos nos protejam fisicamente. Ele nunca prometeu que nos protegeria de toda sorte de ameaça física na presente era; ele promete, sim, trabalhar em todas as coisas “para o bem daqueles que o amam” (Rm 8:28).
 
Autor:  Elizabeth Moraes