Estudo Bíblico sobre Vida Abundante - Parte 5


O seguir a Cristo

O que a Bíblia diz sobre como o cristão deve seguir a Cristo

Mateus 16.24 diz: “Então disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz e siga-me”. Veja também em Mateus 10.38,39; Marcos 8.34,35; e Lucas 9.23,24; 14.26.

O que quis Jesus dizer a seus discípulos com o desafio “Siga-me”? Seguir a Jesus, no sentido de Mateus 16.24, é tão somente o crente nunca se desviar? Estamos nós, de fato, seguindo a Cristo ou pensando que estamos seguindo?

O crente deve seguir a Jesus no Seu batismo: Jesus foi batizado em água (Mt 3.16; Lc 3.21,22) e o crente deve seguir a Jesus no batismo (Mt 28.19; Mc 16.16; Cl 2.12; Rm 6.4).

O crente deve seguir a Jesus na oração. Jesus orava sempre (Mc 1.35; Lc 3.21; 5.16; 6.12; 9.18; 22.31,32,39-46; 11.1-4; 23.33,34; Mt 14.23-25; Hb 5.7). Jesus continua orando pelos seus (Hb 4.14,15; 8.1; 9.24). O crente deve seguir a Jesus na oração (1Ts 5.17; Ef 6.18; Cl 4.2; Jd v20: Mt 26.41).

O crente deve seguir a Jesus vencendo as tentações.  Jesus venceu as muitas tentações (Hb 4.15; 2.18; Mt 4.1-11; Lc 22.28). O crente deve vencer as tentações (Hb 2.18; 1Co 10.13; 1Ts 3.5).

O crente deve seguir a Jesus na unção do Espírito Santo. Jesus foi ungido pelo Espírito Santo (Lc 4.18; Jo 1.33; Is 11.2). O crente deve seguir a Jesus quanto à unção divina (2Co 1.21; 1Jo 2.20,27; Ap 3.19 – “e que unjas os teus olhos (...) para que vejas”). A unção de Jesus foi para serviço, para Deus (Lc 4.18,19; At 10.38). O crente deve buscar essa unção também para servir. Deus também unge pessoas (quem Ele quiser) para missões específicas e temporárias, como no caso de Jeú, filho de Ninsi, comandante do exército de Israel (1Rs 19.16; 2Rs 9 e 10) e Ciro, o rei da Pérsia (2Cr 36.22,23; Ed 1.1; Is 44.28 + 45.1). Leia também em Esdras 3 a 6.

O crente deve seguir a Jesus no trabalho material diário, e também no trabalho espiritual. Vemos que Jesus tinha um trabalho material de cada dia como carpinteiro (Mc 6.3) e era um homem “experimentado nos trabalhos” (Is 53.3).

Jesus e Seu trabalho espiritual são mencionados em várias passagens (Jo 5.17; 9.4; Mt 4.23; 9.35; Mc 14.49; Is 53.11 – “o trabalho da sua alma ele verá”). O crente deve seguir a Jesus no trabalho em geral (1Ts 2.9; 4.11; 2Ts 3.8-12; At 18.3; 20.34,35).

O crente deve seguir a Jesus no sofrimento. Jesus muito sofreu (1Pe 2.21; Mt 26.31; 27.50; Mc 14.32; 15.37; Lc 22.39; 23.46; Jo 18.1; 19.30; Is 52.13-15; 53.2-11; Hb 5.8). O crente fiel deve seguir a Jesus no sofrimento. O crente deve sofrer com Jesus (Rm 8.17; 2Tm 2.12; G1 2.20). O crente deve sofrer por Jesus (Fp 1.29; At 9.16; Fp 3.7,8). Outras referências sobre o crente e o sofrimento estão aqui: Lc 14.27; Jo 16.33; At 14.27; 2Tm 3.12

Vejamos alguns sofrimentos que o crente pode vir a enfrentar: o sofrimento probatório (Hb 12.5-11; Lc 14.27; Jo 16.33; At 14.27; 2Tm 3.12) – Davi, antes de ascender ao trono, e o profeta Jeremias passaram por isso; o sofrimento culposo (G1 6.7; 1Pe 2.20a; 1Cr 21.8,17 – Caso de Davi, no episódio do censo); o sofrimento circunstancial (Ec 9.2); o sofrimento natural (desgaste físico e psíquico em geral; deterioração; envelhecimento natural; acidentes; trabalho em excesso e ininterrupto; maus hábitos; relaxamento com a saúde etc – Gn 3.17-19; Ec 12.1-7; 2Co 4.16); e o sofrimento maligno (Ef 6.11-16; Lc 13.16; 1Tm 1.20; 1Co 5.5; lembrando que certas doenças, enfermidades e distúrbios podem ser de origem diretamente satânica – Lc 9.38, 39; 2Co 12.7-10; Jó 1.6-22; 2.1-13; 42.1-7).

O crente deve seguir a Jesus na humildade. Jesus foi manso e humilde (Mt 11.29; Jo 12.13,15; 13.4,5,14,15; Lc 22.27; Fp 2.8). Jesus humilhou-se: (1) quando fez-se homem (Jo 1.14); (2) quando nasceu (Lc 2.7); (3) quando fez-se servo (Mt 20.28); e (4) quando foi feito pecado por todos nós (2Co 5.21; Gl 3.13). O crente, quando é humilde de espírito, ele mesmo não vê isso; os outros é que notam isso, e falam disso, sem ele pedir. Quando o próprio crente diz que é humilde, desconfie dele!

O crente deve seguir a Jesus no amor e apego às Sagradas Escrituras. Jesus tinha amor e apego à Bíblia (Lc 4.17; 24.27t44; Is 40.8; Jo 17.14). O crente deve seguir a Jesus no seu amor e apego à Bíblia (Js 1.8; SI 1.2; 119.97; 19.10; 119.11 – “no meu coração”).

O crente deve seguir a Jesus na prática do jejum (Mt 4.2; Mc 1.13; Lc 4.2). Em Mateus 6.16,17, Jesus não disse “Se jejuares”, mas “Quando jejuares", mostrando que a prática do jejum pelo crente deve ser constante.

Em Mateus 9.15 e Marcos 9.29, esses ensinos de Jesus falam do jejum para os dias atuais. Em Atos 13.2,3; 14.23; e 1 Coríntios 7.5, o jejum é praticado na igreja. Ver também 2 Coríntios 6.5 – “nos jejuns”.

O crente deve seguir a Jesus no crescimento. Jesus, como homem, crescia (Lc 2.40,52). Jesus, como homem, crescia “em sabedoria” = crescimento mental; mentalidade (Hb 5.8; Lc 2.51). Jesus crescia "em estatura"= crescimento natural (=físico). Jesus crescia “em graça para com Deus”= crescimento espiritual. E Jesus crescia “em graça para com os homens”= Crescimento social. No crente, o crescimento deve ser simétrico, homogêneo, “em tudo” (Ef 4.15). Lembrando, porém, que, como já disse alguém certa vez, “Para alguém crescer, precisa primeiramente nascer”.

| Autor: Pr Antonio Gilberto | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!