Reflexão Jesus é a Fonte Para o Sedento Pecador


Somente em Cristo podemos ser plenamente saciados

Convido o prezado leitor a acompanhar o texto de João 7.37: “E no último dia, no grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: ‘Se alguém tem sede, venha a mim, e beba’”.

Deus tem o tempo certo para tudo neste mundo. Há um adágio popular que diz: “Deus tarda, mas não falha”. Mas, a verdade é que Ele nunca tardou e nunca faltou. Resumindo: Ele chega no tempo certo. Pois bem, no tempo certo, o Senhor Jesus compareceu à Festa dos Tabernáculos. Lá chegando, diante de toda aquela gente, o Mestre, um homem simples, com a face meiga e os olhos que transmitiam benevolência, estava em um local onde podia sobressair-se. Naquele momento, Jesus, Deus encarnado, revela-se aos presentes e diz: “Quem tem sede venha a mim e beba”.

É possível que aquela gente não pudesse alcançar toda a profundidade da revelação de Cristo. Na verdade, Ele não estava oferecendo o líquido que todos nós conhecemos, sabendo que a água no Oriente Médio é um bem muito precioso, mas o Senhor estava falando de algo muito maior: a solução para toda a dificuldade em todas as áreas da vida. O Mestre disse “quem tiver sede”, ou seja, quem sabe que precisa de ajuda venha a mim que eu apresento a devida solução.

Certa feita, o Senhor travou um diálogo com a mulher samaritana junto ao poço de Jacó. Segundo a Bíblia Sagrada, Jesus oferece a ela essa mesma fonte de água viva. A princípio, aquela senhora não conseguiu compreender as palavras profundas do Mestre, pois, na verdade, ela entendeu que o Nazareno estava oferecendo a água natural. Mas Ele estava se referindo à vida espiritual, ou seja, a um bem que a Lei de Moisés e os mestres religiosos da época não podiam oferecer. Jesus disse naquele instante: “Eu sou a fonte das bênçãos para toda a humanidade”.

Para aquela mulher, o Mestre disse: “Aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna”. Desejo comunicar algo importante para você acerca deste assunto: todos nós sabemos que Deus, o Senhor, é o Criador; nós somos a imagem e a semelhança de nosso Deus e Ele tem o favor do céu, ou seja, tudo o que precisamos a fim de vivermos bem.

Observemos o capítulo 47 do livro do profeta Ezequiel, quando ele percebeu que no sul do altar de Deus havia um nascedouro de águas, vindas do céu. Quero dizer-lhes que a nascente não secou e o Senhor ainda continua a enviar águas purificadoras para que os homens bebam e tenham seus problemas solucionados, porque Deus é o Senhor de toda a criação.

| Autor: Pr José Wellington | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!