Reflexão E você, o que diz?


         "Jesus? Ora, Jesus foi apenas um homem melhor, que fazia o bem".
         Muitas pessoas neste mundo de meu Deus, mesmo as que se dizem cristãs, às vezes, quando confrontadas a respeito de Jesus, respondem algo parecido com a frase que citamos acima. Mas, para a salvação de nossas almas, é fundamental o que pensamos ou afirmamos a respeito de Jesus Cristo, o Filho de Deus.
         Ele próprio perguntou aos seus discípulos o que pensavam dEle: "Quem diz o povo ser o Filho do Homem?... E vós, quem dizeis que eu sou?" (Mateus 16.13-16).
         E você, meu amigo, o que diz a respeito de Jesus? De sua resposta depende a sua eternidade futura.
         Afinal de contas, qual foi o homem "melhorado" que surgiu um dia aqui na Terra e fez estas declarações? - "Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá". "Eu sou o caminho, a verdade, e a vida". "Eu sou a luz do mundo". "Eu sou a porta, se alguém entrar por mim, será salvo". Se Jesus não era o que dizia, então era um louco. Mas louco mesmo é quem não crê que Ele é o próprio Deus.
         E com relação a outros alternativos "salvadores", tais como BUDA, CONFÚCIO, ZOROASTRO, MAOMÉ, BAHA-U-LAH, INRI CRISTO, MARIA, REVERENDO MOON, e tantos outros "deuses" de seitas heréticas, Jesus diz: "Todos quantos vieram antes (e depois) de mim, são ladrões e salteadores (falsos messias). O fato é que homem algum jamais fez afirmativas (e milagres) iguais aos que Jesus fez. "Eu e o Pai somos um". "Quem me vê a mim, vê o Pai". Você já meditou seriamente nestas palavras?
         Veja aqui o que disse o grande homem Napoleão Bonaparte a respeito de Jesus, quando se encontrava deportado na ilha de Elba:
 

"Ele é o único, realmente o único que é mais poderoso e mais vivo depois de Sua morte do que em vida aqui na terra. E o passar do tempo, que a tudo transforma, não apenas reconheceu a obra de Jesus Cristo, mas a aumentou ainda mais. Em quase todas as partes do mundo, Sua palavra é pregada, Jesus é amado e adorado. Qual a pessoa falecida que continua fazendo conquistas porque seus soldados continuam dispostos partindo para a guerra e para a vitória? Eu vivo ainda, mas as minhas tropas já me esqueceram. Alexandre, César, Carlos Magno, eu mesmo, nós fundamos reinos poderosos, mas o nosso poder se fundamenta em quê? Na violência. Jesus Cristo fundamentou seu reino no amor, até hoje milhares de pessoas dariam suas vidas com prazer por Ele. Eis aqui um Conquistador que realmente unifica, que não une uma nação apenas, mas toda a humanidade. Que milagre! A alma humana com todas as suas capacidades se sente ligada à existência de Jesus Cristo. E como? Através de um milagre que supera todos os outros milagres. Cristo quer o amor das pessoas, e isso é o mais fácil de se conseguir. Ele exige o coração. Isso é tudo o que Ele quer, e Ele o recebe. Através disso reconheço Sua natureza divina. Alexandre, Aníbal, César, Luiz XIV e outros dominadores do mundo falharam porque, apesar de terem conquistado todo o mundo conhecido da época, não conquistaram um único amigo verdadeiro. A comunhão que une Jesus e os salvos por Ele é mais santa e mais poderosa do que qualquer outro vínculo. Todos os que crêem seriamente nEle sentem o poder sobrenatural deste amor. Eles amam alguém que nunca viram. Essa é uma realidade que raciocínio nenhum explica, que força humana nenhuma alcança, e mesmo assim ela aconteceu. Isso eu admiro acima de tudo, e quanto mais penso sobre o assunto, mais me convenço da divindade de Jesus. Eu conheço os homens e lhes digo que Jesus Cristo não é apenas homem".


         Oh meu amigo, constate esta maravilhosa realidade e verdade bíblica, pois ela mudará radicamente a sua vida:
 
"Quem crê em mim, como diz a Escritura (não como diz o homem), do seu interior fluirão rios de água viva" (João 7.38).

         Uma coisa você pode ter a certeza absoluta: milhões de pessoas, em todo o mundo, desde que Jesus veio a esta terra, já creram e puderam dizer:
 
"Já não é pelo que disseste que nós cremos, porque nós mesmos o temos ouvido e sabemos que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo" (João 4.42).
 
Autor: Adail Campelo


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!