Uma Noite de Luta Livre


Apesar de ser escolhido, antes de nascer, para ser abençoado no plano de Deus, Jacó teve uma vida cheia de conflito, decepção e perigo. Em muitas situações, ele não foi a vítima, e sim, o provocador destes conflitos. Ele se aproveitou do irmão para tomar o direito de primogenitura, enganou o pai cego para receber uma bênção especial, e teve que fugir do país onde morava para evitar a morte pela mão de Esaú. Durante seu tempo fora, foi ricamente abençoado com uma família grande (quase todos os filhos de Jacó nasceram durante esse tempo), mas ainda vivia perturbado em uma luta constante com seu próprio sogro, manipulador da mesma altura!

Quando Jacó não aguentava mais sua parceria complicada com o sogro, ele juntou a família e suas posses e começaram a viagem de volta para sua terra. Seu sogro, Labão, perseguiu Jacó, bravo com o genro por levar embora a família toda, mas os dois conseguiram chegar a um acordo, e Jacó continuou sua viagem.

O perigo maior ainda estava pela frente. Esaú, o irmão que queria matar Jacó, estava vindo com 400 homens para encontrá-lo! Como um homem, alguns servos, e a família, composta de mulheres e crianças (o filho mais velho não tinha mais de 12 anos de idade), se defenderiam contra 400 homens? Jacó desejava a paz, mas temia outras intenções por parte de Esaú.

Ele dividiu tudo que estava com ele (pessoas, animais e outras posses) e mandou em grupos separados. Desta maneira, ele pensou em duas estratégias ao mesmo tempo: (1) Mandar uma série de presentes para Esaú, esperando apaziguar a sua ira, e (2) Procurar salvar, pelo menos, uma parte da família, esperando que um grupo escapasse se o outro fosse atacado.

Naquela noite, Jacó ficou só. Ele foi separado de qualquer vantagem de primogenitura, de todas as riquezas acumuladas durante 20 anos e, especialmente, de sua própria família. Jacó se encontrou desprovido de tudo que ele havia conquistado ao longo de sua vida.

Apareceu um homem que lutou com Jacó durante toda a noite. Conforme o relato em Gênesis 32, percebemos que este homem foi o próprio Senhor. Deus deixou Jacó prevalecer na luta, mas esse Patriarca saiu da batalha aleijado. Mesmo assim, Jacó não desistiu antes de receber uma bênção importante. Ele recebeu o nome de Israel e se tornou pai da nação do mesmo nome, os filhos dele sendo escolhidos como pais das tribos de Israel.

O que Jacó aprendeu da luta com Deus? Em poucas horas, ele viu a história de sua vida. Durante toda a sua vida, até aquela noite, ele sempre lutava para fazer as coisas conforme a sua própria vontade e esperteza. Manipulou o irmão, os pais e o sogro para alcançar seus objetivos, sendo que Deus já daria para ele muito mais! Podemos entender aquela noite de luta como o momento da conversão de Jacó, o momento de deixar de lutar para poder aceitar a bênção oferecida por Deus.

Nossa apreciação desta história aumenta quando percebemos um outro fato. Seria fácil diminuir a importância da teimosia de Jacó como uma fase da juventude, consequência de sua falta de maturidade. Mas quando estudamos a cronologia de Gênesis, descobrimos que Jacó tinha mais de 90 anos de idade quando passou a noite lutando com Deus! Estava na hora de aprender a lição e se submeter ao Senhor!

No dia seguinte, Esaú passou a família de Jacó sem levantar a mão contra ninguém. Ele até tentou recusar os presentes que Jacó lhe ofereceu. Depois de 20 anos temendo a vingança do seu irmão, Jacó recebeu o perdão. Esaú abraçou e beijou seu irmão antes de voltar em paz para sua casa.

Nos anos que restaram da sua vida, Jacó ainda não era um homem perfeito. Ele se mostrou, porém, mais justo e mais confiante no Senhor e na sua vontade. No final da vida, esse homem que demorou em aceitar as promessas de Deus transmitiu profecias importantes sobre o futuro dos seus filhos e seus descendentes (Gênesis 48 e 49). Até falou do Cristo que viria da sua família 1.700 anos depois!

Depois de uma noite de luta livre e nove décadas de teimosa resistência, Jacó aprendeu que realmente é melhor confiar em Deus. Que aprendamos a mesma lição sem demorar tanto!

| Autor: Dennis Allan | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!