Estudo Bíblico Gospel

A Saga de Um Derrotado - Artigo Gospel


Neemias 1.5-11
05. E disse: Ah! SENHOR Deus dos céus, Deus grande e terrível! Que guarda a aliança e a benignidade para com aqueles que o amam e guardam os seus mandamentos; 06. Estejam, pois, atentos os teus ouvidos e os teus olhos abertos, para ouvires a oração do teu servo, que eu hoje faço perante ti, dia e noite, pelos filhos de Israel, teus servos; e faço confissão pelos pecados dos filhos de Israel, que temos cometido contra ti; também eu e a casa de meu pai temos pecado. 07. De todo nos corrompemos contra ti, e não guardamos os mandamentos, nem os estatutos, nem os juízos, que ordenaste a Moisés, teu servo. 08. Lembra-te, pois, da palavra que ordenaste a Moisés, teu servo, dizendo: Vós transgredireis, e eu vos espalharei entre os povos. 09. E vós vos convertereis a mim, e guardareis os meus mandamentos, e os cumprireis; então, ainda que os vossos rejeitados estejam na extremidade do céu, de lá os ajuntarei e os trarei ao lugar que tenho escolhido para ali fazer habitar o meu nome. 10. Eles são teus servos e o teu povo que resgataste com a tua grande força e com a tua forte mão. 11. Ah! Senhor, estejam, pois, atentos os teus ouvidos à oração do teu servo, e à oração dos teus servos que desejam temer o teu nome; e faze prosperar hoje o teu servo, e dá-lhe graça perante este homem. Então era eu copeiro do rei.
 
INTRODUÇÃO
Com certeza a cada dia precisamos nos aperfeiçoar na presença de Deus, pois Ele mesmo nos diz, “Anda em minha presença e sê perfeito”. Por isso é necessário que a todos os dias meditemos na boa e agradável palavra do Eterno que é a bíblia sagrada.

Mais uma vez me pego nesse contexto, meditando na boa e agradável palavra do Senhor que só deseja o bem para a vida do homem. Por isso venho de todo coração tentar compartilhar o que Deus deu ao meu pobre coração, que somente ainda bate por sua infinita misericórdia.

Uma das capacidades do ser humano é que o distingui dos animais é a capacidade de pensar e de tomar decisões, mais uma vez peguei-me pensando em algumas coisas e é sabido que aprendemos mais quando vivenciamos algo do que quando sabemos de experiências que outras pessoas passaram em uma prova.

Quando eu tinha dezessete anos de idade perdi minha mãezinha querida, e até hoje sinto a dor em meu peito, mas naquele dia fatídico uma pessoa chegou perto de mim e me disse a seguinte frase: “Olha Alexandre, eu imagino a dor que esteja sentindo!”. O interessante é que esse alguém ainda tinha a sua mãe ao lado, então como alguém que nunca perdeu sua mãe pode imaginar a dor que eu estava sentindo?

Percebi que muitas vezes o Eterno nos faz passar por momentos difíceis para que possamos ministrar a palavra dEle para a igreja com propriedade e inteireza de coração. E assim estava eu, passando por uns dias difíceis quando o Senhor me deu esta mensagem.

O que é mais importante para que possamos aprender a não errar na vida? O que é que realmente tem peso intelectual para que ao passarmos pelo vale saíamos do outro lado mais fortes? O que? Na verdade estamos mais preocupados com o efeito do que com as causas que nos fizeram chegar a passarmos pela luta. Então vamos aprender com a palavra de Deus tudo o que precisamos para manutenir nossas vidas espirituais.

O CONTEXTO DE NEEMIAS

Neemias estava muito bem como copeiro servindo o rei Ataxerxes em Suzã, quando seus irmãos chegaram e então Neemias vai correndo ao encontro deles para saber notícias de sua terra amada, a terra de Jerusalém. Mas para a tristeza de Neemias seus irmãos lhe entregam uma notícia terrível que lhe abateu o coração, pois Yerushalém estava toda destruída, e seus portões queimados a fogo e seus muros todos destruídos, e o que é pior, seus amigos, seus parentes estavam em grande miséria. Ao ouvir tais notícias Neemias se assentou e chorou a ponto de seu coração entrar em profunda tristeza só não entrando em depressão pelo fato de ser um homem muito temente a Deus e ele sabia que não poderia chegar diante de rei em tristeza sendo isso passivo de morte. Neemias tentou, mas não conseguiu esconder a profunda tristeza pela situação de Jerusalém.

Foram três meses de tristeza e muita oração até que o Eterno lhe entregasse nas mãos a opção de ir e restaurar a cidade do grande Deus. Mas neste contexto eu me perguntei: Por que uma cidade que dera a Deus tanta alegria estava destruída, envergonhada e humilhada? Por que um local que era para ser palco somente de vitória e alegria estava vivendo dias de pobreza? Por que Deus permitiu que Yerushalém estivesse nessas condições?

Deus me disse ao coração algo que mexeu com meu interior e me fez criar novos conceitos e instaurar uma nova análise em meu caráter. Assim me disse o Eterno ao coração: “Os meus filhos se preocupam mais com os efeitos do que com as causa! Eles erram e pagam por isso sem terem um concerto para comigo!”

Então vamos analisar as palavras de um copeiro, não um profeta como Isaías, ou um Rei com Davi, mas as palavras de um copeiro chamado Neemias, nome que em hebraico quer dizer “Conforto ou Confortado por”. Sim, Ele nos ensina que realmente precisamos mudar nossos conceitos e olhar para causa e não para os efeitos. “Toda ação provoca uma reação”- Lei da Química. Precisamos olhar para nossos problemas e buscar as causas que levaram eles até a nós. É por isso que a igreja de hoje vive uma busca desenfreada por coisas que na verdade não é prioridade para Deus.

EFEITOS DA DERROTA

Muros caídos, símbolo de nudez, vergonha. Era assim que Jerusalém estava completamente desnuda, sem proteção divina. Portões queimados, símbolo de barreiras de proteção derrubadas, ou símbolo daquilo que impedia a entrada do mau agora libera a entrada de todos os tipos de impurezas, e Jerusalém já estava contaminada pela vergonha e pela pobreza. E se não bastasse o povo estava em miséria, uma nação que viu seu templo ser erguido com imponência e altivez, e viram suas paredes internas forradas do mais puro ouro agora vive a miséria e a vergonha.

Todos choravam pelos efeitos que estavam vivendo. Todos se lamentavam e se lembravam dos dias de imponência e derramavam lágrimas de tristeza e choravam como Neemias, mas ninguém olhou para as causas que levaram Jerusalém a ficar na situação que estava.

 Assim somos nós nos dias de hoje. Olhamos para o mau que sobreveio em nossas igrejas, em nossas casas, ou em nossas empresas, e choramos e nos lamentamos de tudo, e o que é pior acabamos por culpar a Deus da situação amargas que vivemos, como se Ele fosse o responsável pela desgraça. Quando olhamos para o mau então não temos forças para nos erguer e assim não achamos saída para um mal que por vezes na verdade é um mal pequeno e fácil de resolvermos, mas por olharmos para os efeitos acabamos por não enxergarmos a saída, deixando de trabalhar na causa e nos tornamos pobres, miseráveis, derrotados e envergonhados. 

CAUSAS DA DERROTA

Neemias é bem explicito em narrar às causas das desgraças que Jerusalém estava vivendo, pois ele não teve vergonha, mas declarou com seus lábios o porquê de tanta desgraça caída sobre a terra santa. Precisamos abrir os nossos olhos e compreendermos aquilo que até agora não havia sido percebido e nas palavras de Neemias vamos compreender um pouco disso. Vejamos alguns detalhes importantes.

CONFIÇÃO

No verso 6, Neemias reconhece que o povo havia pecado, que todo Israel havia se contaminado e ele é bem explicito em dizer também eu e toda a casa de meu pai pecamos. Todos pecamos e destituídos estamos da glória de Deus! Lembra? O pecado é algo que faz separação entre nós e Deus (Is,59:1,2) e quando estamos separados de Deus a única certeza é a derrota.

A igreja de hoje não está reconhecendo que está se afastando de Deus, pois o que temos visto nos cultos de hoje não tem agradado a Deus. Estamos fazendo um culto para nós mesmos, estamos nos adorando, nos amando, nos cultuando e já não reconhecemos que estamos nos distanciando do Eterno e você sabe que isso é uma verdade.

A CORRUPÇÃO

Veja que Neemias continua confessando as causas que levaram Jerusalém a chegar aonde chegou, pois no verso 7 ele diz que a corrupção atingiu o caráter de Israel, e por se corromperem deixaram de guardar a vontade do Eterno Deus verdadeiro. A corrupção fez com que o povo se esquecesse das palavras ditas a Moisés e a consequência é o mau.

Eu encontrei algumas traduções para a palavra corromper, veja. Corromper é o mesmo que “tornar podre, estragar, adulterar, depravar, perverte”. Mas a definição da palavra corromper que mais me chocou foi “tornar impuro”. Israel deixou de ser pura e se tornou uma noiva impura.

Hoje a igreja está corrompida pela política, pelos shows gospel, por pastores que só pregam onde pagam mais. Estamos colocando preço na palavra de Deus e o que é pior estamos vendo um povo que está buscando as bênçãos e se esquece do dono da benção, o abençoador. Por favor, me diga que estou errado!

DESORIENTAÇÃO

No verso 8, Neemias nos mostra que as conseqüências do pecado traz desorientação, o mesmo que perdido, extraviado ou desgarrado do caminho. Neemias viu que as causas eram grandes em seus efeitos, e foi confessar que o povo de Israel estava desorientado, pois Deus já havia avisado que se o povo transgredisse a vontade dEle, que eram as suas leis, teriam como conseqüência a desorientação.

Amados, a missão da igreja é salvar almas, mas é mostrando que só Jesus é o caminho que se chega a Deus, e o que vemos, é uma prosperidade “universal”, uma cura “mundial” e por que não dizer de uma saúde “internacional”. Sei que o nosso Deus nos dá tudo isso e muito mais, mas isso não é prioridade para o Eterno. Estamos buscando os efeitos de servir a Deu e não a causa de ser seus servos. Esquecemos-nos que saúde, cura, prosperidade são conseqüências da ADORAÇÃO. Precisamos voltar a essência da adoração, que é a real função da Igreja.

ALGUNS DERROTADOS NA BÍBLIA

Deus nos chamou para sermos o sal da terra e uma das causas do consumo do sal é que ele causa sede, e bem sabemos que a igreja de hoje não está causando sede em ninguém, pois em nossos cultos não mais vemos pessoas se derramarem em choro diante de Deus pelo simples fato de amá-lo, pelo simples fato de que Ele é Deus, são choro de remorso, ou de culpa, ou choro de desespero, precisamos ver o povo de Deus chorar por amor diante do Eterno, pois o choro é uma profunda expressão do sentimento.

Deus nos escolheu e nos chamou para sermos pessoas bem sucedidas na vida, Ele não nos chamou para sermos ricos, mas bem sucedidos, ou seja, termos sucesso na vida, e sucesso é o mesmo que concluir sua tarefa ou seu objetivo com êxito, isso é sucesso. Confundimos prosperidade com riqueza, pois prosperidade é ter sua vida suprida em todas as áreas. Uma pessoa pode ser rica e não ser prospera, e alguém pode ser prospero e não ser rico. Entendeu? Alguém pode ter muito dinheiro e não ser feliz e por outro lado tem muitos pobres felizes da vida.

Olhando para a bíblia observei algumas pessoas que foram chamadas para serem bem sucedidas, mas o seu final foi de derrota e de vergonha. Eles contrariaram aquilo que o Eterno preparou para eles, se desviando da vontade de Deus para fazer suas vontades, e assim se tornaram exemplos de alguém que não viveu a plenitude da vontade de Deus, vejamos.

SANSÃO

Sansão era uma promessa de Deus para ser um grande homem, que não só iria libertar Israel do julgo dos Filisteus, mas também seria um grande e bem sucedido homem diante de Deus e dos demais homens da terral, e um sonho para um casal onde a mulher era estéril, mas ao invés disso ele escolheu ser um derrotado. Sansão fez tudo o que não deveria fazer, ele escolheu fazer as suas vontades do que as vontades do Eterno. Sansão escolheu julgo desigual, pois se apaixonou por uma filistéia, mesmo sendo alertado por seus pais, tocou no cadáver do leão desobedecendo a seu nazireado, comeu mel impuro e ainda deu a seus pais não falando a verdade e não falar a verdade pode também em alguns casos ser o mesmo que mentira, e se envolveu com prostitutas, revelou seu segredo com Deus e acabou como acabou, derrotado, humilhado, cego, desorientado, e morreu junto com seus inimigos longe de seus pais.

JUDAS ISCARIOTES

Judas Iscariotes foi escolhido pelo próprio Jesus, ele foi chamado para ser um discípulo que ficaria para a história, ele poderia ser hoje um Pedro, pois se estudarmos a biografia dos discípulos veremos que Judas era o mais bem preparado psicologicamente dentre dos doze. Judas andou com Jesus e também realizou milagres, pois se observarmos o milagre da multiplicação dos cinco pães e dois peixinhos veremos que no final sobraram doze cestos cheios, o que nos mostra que todos os doze participaram do milagre incluindo Judas. Mas em dado momento Judas se deixou corromper pela possibilidade de ganhar dinheiro entregando Jesus para o sumo sacerdote. Judas deixou entrar em seu coração a ganância, a arrogância e a avareza, e com isso, ao abrir as janelas de sua alma ele se contaminou e seu fim foi desonroso, ele mesmo não viu que não conseguiria conviver com uma consciência que o estava acusando de corrupto, Judas ao decidir se enforcar estava revelando seu caratê interior, um caráter de alguém que é fracassado. Não para isso que Jesus o chamou.

ANANIAS E SAFIRA

A bíblia nos relata no livro de Atos dos Apóstolos que a igreja crescia em harmonia e muitos irmão movidos pelo amor e não por outro sentimento davam tudo que podiam dar para ajudar o crescimento da igreja, eles vendiam pertences e propriedades e levavam o que havia sido arrecadado para o pastor Pedro, mas certo casal, ele Ananias e ela Safira, decidiram vender um terreno por certo preço e ficando com uma parte levaram o restante para dar a igreja dizendo que era por aquele valor que haviam vendido o terreno, ou seja, tentaram enganar a Deus para “aparecer” diante da congregação, pois seus corações estavam corrompidos por valores diferentes dos que devemos praticar dentro da igreja, mas Ananias ao chegar diante de um homem cheio do Espírito Santo se deu mal, pois nada fica oculto diante do Senhor e ninguém zomba de Deus e fica impune e assim Ananias morre dentro da igreja e logo atrás dele vem sua esposa Safira e da mesma maneira morre e é enterrada pelos mesmos homens que enterraram seu marido. Não era para que este casal protagonizasse uma cena tão terrível dentro da igreja, não para isso que o Eterno Deus os chamou para trilhar o caminho da salvação, mas foi isso que eles escolheram, o fracasso, a derrota, a morte. 

CONCLUSÃO
Estamos mudando as verdades de Deus e acreditando nas mentiras que criamos e assim nos distanciamos da presença do Senhor. Como escrevi acima, suas prioridades não são as prioridades de Deus. Uma igreja que mostra somente seus empresários e não revela o pequenino, não é uma igreja verdadeira, pois ela se esconde atrás de aparências falsas. Uma igreja verdadeira leva seus fieis a adorarem a Deus pelo simples fato de que Ele é Deus e ali eles choram não pela situação que estão passando, mas sim os seus choros são na verdade pela gratidão de poderem adorar um Senhor tão grande e maravilhoso.

Vamos viver a vontade de Deus e não as nossas vontades, vamos buscar a adorar o que para nós é toda riqueza de um homem, a presença poderosa do Eterno Senhor dos senhores. Mude de vida para atender os desejos do coração do Eterno. E que o Senhor tenha misericórdia de nós.

Só iremos viver as promessas de Deus em nossas vidas quando priorizarmos as vontades de Deus, pois quando fazemos de nossas escolhas a verdade então anulamos o cumprimento das promessas de Deus em nossas vidas. Pense nisso!

| Autor: Pr. Alexandre Augusto | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!