Esboço O Evangelho Digno

Filipenses 1.27-30


Introdução

       Epístola da prisão. Escrita em Roma durante os dois anos em que ficou em prisão domiciliar
        Foi fundada durante a segunda viagem missionária de Paulo (At 16.12-40).
     Esta igreja nasceu em uma situação de crise, conheceu dificuldades e perseguição desde o começo (1 Ts 2.2), provou ser muito leal a Paulo (Fl 4.14-16) e possivelmente era a igreja que lhe era mais querida.
       Filipos era uma cidade pagã: deuses da Trácia, Roma, Anatólia, Síria e Egito eram adorados na cidade. Havia uma ampla variedade de seitas religiosas nesta cidade.
       O resumo da carta é : "eu me regozijo, regozijai-vos". A nota de alegria é enfática (16 vezes), e é muito significativo o fato de que ela soava de uma prisão e da perspectiva de uma possível morte, e é proclamada para uma igreja que conhecera perseguição e dificuldades todos os seus dias.

Pecados que Paulo tenta combater:

  • Dissensão (4.2)
  • Murmuração e ambição (3.2)
  • Inveja e contenda (1.15,17)
  • Egocentrismo (2.1-4)

Contra este modo de viver, Paulo apresenta:

  • O exemplo de Cristo (2.5-11)
  • O exemplo de Timóteo (2.19-24)
  • O exemplo de Epafrodito (2.25-30)
  • O seu próprio exemplo (3.4-21)
      
       Nestes versículos Paulo faz sua primeira exortação: Viver de maneira digna do evangelho através da unidade e coragem, em face da hostilidade.

I. "VIVEI"

  • O evangelho deve ser traduzido através de uma vida prática.
  • O evangelho deve ser testemunhado através de ações ricas em misericórdia e graça.
    A palavra grega para "vivei" quer dizer literalmente "seja a vossa cidadania". Filipos era uma colônia romana, sendo os seus habitantes cidadãos de Roma, com direitos legais como se estivessem vivendo em solo romano, embora vivessem na Macedônia. Por analogia, Paulo aplica essa situação aos crentes que, vivendo neste mundo, tem a sua cidadania nos céus (Hb 13.14). Nós somos agora uma colônia dos céus na terra. A lealdade final deve ser a Deus, e devemos viver agora, neste mundo, de maneira digna de nossa cidadania celestial.

II. "ACIMA DE TUDO"

  • Acima dos nossos "direitos" (Mt 16.24; Lc 14.33)
    "Se alguém quiser vir após mim, a si mesmo se negue..."
    "Todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo."
  • Acima da nossa maior paixão. (Ex: Abraão)

III. "POR MODO DIGNO DO EVANGELHO DE CRISTO"

  • Nem aquém, nem além deste evangelho.
    "Aquém é negligência; além é heresia"
  • De modo a não trazer escândalo a este evangelho.
 

CONCLUSÃO

       O apóstolo Paulo nos convoca a sermos digno do evangelho de Cristo, a trazermos em nosso viver diário as marcas de Jesus Cristo. O evangelho é algo muito precioso que não pode ser manchado, não pode ser baratiado, não pode ser negociado, não pode ser trocado por nada neste mundo. Que mudança o evangelho tem operado na sua vida? No seu lar? Na sua família?


Autor:  Pr Iranildo dos Santos Tomé
Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil na cidade de São Geraldo do Araguaia-PA, Bacharel em Teologia.