Esboço Maldições Hereditárias - Sim ou Não?


Introdução

       A superdimensão que estão dando ao assunto...
       A tendência de não se examinar bem e fielmente tudo o que a Bíblia tem a dizer.

       Entendendo o texto básico – 
 
“Não te encurvarás a elas nem as servirás, pois eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso que visita a maldade dos pais nos filhos, até a terceira e a quarta geração daqueles que me odeiam”.  Êxodo 20:5
 
       - a visita de Deus aqui não é chamada de maldição, certamente inclui algum tipo de castigo; - está ligada ao pecado da idolatria - conforme o versículo 4 
 
“Não farás para ti imagem de escultura, nem, semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra”.  Êxodo 20.4
 
       - o público alvo da visita está bem definido “daqueles que me odeiam”.
       É preciso fechar o pensamento de Deus lendo o versículo 6 
 
“mas faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos”.   Êxodo 20.6
 
       Esse é o Deus a quem servimos. Se você o ama, você está abençoando suas gerações futuras, sem tirar de nenhum deles a responsabilidade individual.
 

A Responsabilidade Diante de Deus

 
“Que tendes vós, vós que dizeis esta parábola acerca da terra de Israel: Os pais comeram uvas verdes e os dentes dos filhos é que se embotaram? Tão certo como eu vivo, diz o Senhor Deus, nunca mais direis este provérbio em Israel. Pois todas as almas são minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha; a alma que pecar, essa morrerá”.  Ezequiel 18.2-4.
 
       Esse texto:
  • Afirma de maneira clara a responsabilidade individual diante de Deus;
  • Reclama o direito inalienável de só o Senhor Deus julgar os seus filhos;
  • Nega de forma transparente a possibilidade do pecado do pai ser castigado no filho. O que se confirma nos versículos 19 e 20
“Contudo perguntais: Por que não levará o filho a maldade do pai? Porque o filho fez justiça e juízo, guardou todos os meus estatutos, e os praticou, por isso certamente viverá. A alma que pecar, essa morrerá. O filho não levará a maldade do pai, nem o pai levará a maldade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele”.   Ezequiel 18.19-20
 
  • Obedecer e servir a Deus é uma decisão absolutamente pessoal;
  • O filho pode, e em muitos casos deve, fazer opção diferente da que fez o seu pai;
  • Um pai pode gerar tanto um filho obediente e honesto como um mau caráter. Veja o contexto, capítulo 18 inteiro;
  • A maldição hereditária tende a isentar o indivíduo da sua responsabilidade e culpa diante de Deus. Não vejo esta possibilidade em nenhuma parte da Bíblia.
 

A Obra de Jesus Diante da Maldição

 
“É evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé. Ora, a lei não é da fé, mas: o que fizer estas coisas por ela viverá. Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós, pois está escrito: ‘maldito todo aquele que for pendurado no madeiro’. Ele nos resgatou para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo, e para que pela fé nós recebêssemos a promessa do Espírito.”   Gálatas 3:11-14
 
  • A obra de Cristo foi completa para os que estão nele – 2 Coríntios 5:17 “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”;
  • Nada precisa ser acrescentado a não ser a fé nele e no que ele fez;
  • Quebrar maldições hereditárias na vida de crentes em Jesus é tentativa de anular, mesmo que inconscientemente, o que o Senhor realizou cabalmente na cruz.

Fechando o Estudo

 
“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.”  1 João 1:9
 
“Havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz e, tendo despojado os principados e potestades, os exibiu publicamente e deles triunfou na mesma cruz.”  Colossenses 2:14

  • O caminho para a vitória em relação aos pecados na vida do crente é a confissão;
  • O caminho para a vitória é a posse, pela fé, daquilo que o Senhor Jesus já fez por cada um de nós. Amém.
 
 
Autor:  Pr Mateus Esteves dos Santos
Terceira Igreja Batista do Plano Piloto
EmailThis email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!